quarta-feira, março 23, 2005

No roteiro (reflexão e índice)

Tenho evitado - nesta espécie de crónicas - falar muito pormenorizadamente acerca dos filmes que vejo. Prefiro deixá-los sempre em aberto, dizer que gosto ou que não gosto muito (sim, por vezes satisfaço-me com pouco) e, em última instância, referir um ou outro pormenor que me tenha chamado a atenção.
Mais do que a escrita destas crónicas, aquilo que realmente me dá prazer é o visionamento dos filmes. Mas também gosto imenso* de escrever sobre eles. Faço-o, não só pelo desejo egoísta de preservá-los na minha memória, mas também por querer partilhá-los com outras pessoas, mesmo quando apenas refiro o nome do filme e pouco mais do que isso.
E este é o mote para "linkar" os filmes de que aqui falei até ao momento (daqui a uns tempos farei nova actualização):

SPLENDOR IN THE GRASS
LE BASSIN DE J. W. e AS BODAS DE DEUS
THE LAST FLIGHT e DIE ANGST
MORTE A VENEZIA
IT HAPPENED ONE NIGHT
DELIVERANCE e MR. DEEDS GOES TO TOWN
BRINGING UP BABY
A PISCINA, BADLANDS e LOLITA
PEAU D'ÂNE
LES ENFANTS DU PARADIS
JLG/JLG - AUTOPORTRAIT DE DÉCEMBRE

*sempre que utilizo a palavra imenso sinto-me mais lisboeta, porque será?

2 comentários:

cookie disse...

quando dizes imenso começas perigosamente a aproximar-te da linha de cascais. medo, medo, muito medo. e cuidado, muito cuidado.

Anónimo disse...

ler todo o blog, muito bom