segunda-feira, março 21, 2005

Um post a favor da Poesia

A comemorar a poesia
Resolvi sair à rua
Sem mau karma e agonia
Da palavra amor à procura

Encontrei o meu outro
Num banco a ler um livro
Sobre a vida do aborto
E a tentar conter o riso

Isto vai de mal a pior
Não aparece a confiança
Nem Violeta, nem bonança
Nem Filipa, nem Leonor

E pelas bandas de São Bento
Elas andam desafogadas
Ao sabor do brando vento
E das histórias mal contadas

E entre a esquerda e a direita
Nem o centro se aguenta
Mas entre a Drago e a Caeiro
Não me importo de ficar no meio

Como o sol se vai pondo
E cerrando o fim do dia
Eu faço assim, de um só jorro
Um post a favor da poesia

2 comentários:

Quem? disse...

Mas que rico solista
tu me foste sair...
tens veia de artista
e fazes-me sempre rir!

A favor da poesia
Estou aqui pra te felicitar
seja de noite ou de dia
continua a "postar"

Andas muito inspirado
Ou serás sempre assim
Cá pra mim estas apaixonado
Ou é o princípio do fim

Adeus e beijinhos
Abraços e carinhos

João Manso disse...

Tens mais jeito para isto do que eu...!